- Sim, talvez, minha querida - disse Lord Henry, fechando a porta após ela, quando, semelhante a uma ave do paraíso que houvesse passado a noite à chuva, ela desferiu voo, deixando na sala um subtil perfume de frangipani. Depois acendeu um cigarro e repoltreou-se num sofá.


(escreveu o Oscar Wilde inspirado, depois de me cheirar bem cheirosa, por essa rua de Luang Prabang chuvosa)

Nenhum comentário: