como pertencer a este clube resctricto de intelectuais vanguardistas?

Devo dizer que quando entrei neste blog ia tendo um treco. Pensei: não tenho perfil para pertencer a este clube tão inusitado. Se ao menos nas minhas veias corresse sangue como o do Filipe Serra, talvez eu tivesse nivel para vos acompanhar. Mas eu não passo de um rei africano que passou grande parte da sua vida a combater brancos(colonialistas) a fazer parcerias com eles e depois trai-los. O que é que eu posso trazer de novo a este grupo?
Mas depois da minha experiência neste reduto infernal que da cabo de tudo que seja inspiração em mim( excepto a fome claro. as minhas coxas são neste momento o reflexo de viennoiseries desmedidas e de queijo francês)acho que talvez tenha alguns contibutos a dar. Agora vou dormir um bocadinho para ver se amanhã ja consegui pensar em qualquer coisa de grandiosa, eloquente, como a publicidade deum curso de musica.... qualquer coisa

Nenhum comentário: