Pssssttt!

Eis o melhor e o pior de mimO meu termômetro, o meu quilateVem, cara, me retrateNão é impossívelEu não sou difícil de lerFaça sua parteEu sou daqui, eu não sou de MarteVem, cara, me reparaNão vê, tá na cara, sou porta bandeira de mimSó não se perca ao entrarNo meu infinito particularEm alguns instantesSou pequenina e também giganteVem, cara, se declaraO mundo é portátilPra quem não tem nada a esconderOlha minha caraÉ só mistério, não tem segredoVem cá, não tenha medoA água é potávelDaqui você pode beber Só não se perca ao entrarNo meu infinito particular

Nenhum comentário: