meu adorado viriato. meu primeiro encontro com a poesia angolana. Ainda o sei de cor e sinto arrepios quando o digo

Viriato da Cruz
Namoro
Mandei-lhe uma carta em papel perfumado
e com letra bonita eu disse ela tinha
um sorrir luminoso tão quente e gaiato
como o sol de Novembro brincando de artista nas acácias floridas
espalhando diamantes na fímbria do mar
e dando calor ao sumo das mangas
Sua pele macia - era sumaúma...
Sua pele macia, da cor do jambo, cheirando a rosas
sua pele macia guardava as doçuras do corpo rijo
tão rijo e tão doce - como o maboque...
Seus seios, laranjas - laranjas do Loje seus dentes... - marfim...
Mandei-lhe essa carta
e ela disse que não.

Mandei-lhe um cartão
que o amigo Maninho tipografou:
"Por ti sofre o meu coração"
Num canto - SIM, noutro canto - NÃO
E ela o canto do NÃO dobrou

Mandei-lhe um recado pela Zefa do Sete
pedindo, rogando de joelhos no chão
pela Senhora do Cabo, pela Santa Ifigenia,
me desse a ventura do seu namoro...
E ela disse que não.

Levei á Avo Chica, quimbanda de fama
a areia da marca que o seu pé deixou
para que fizesse um feitiço forte e seguro
que nela nascesse um amor como o meu...
E o feitiço falhou.

Esperei-a de tarde, á porta da fabrica,
ofertei-lhe um colar e um anel e um broche,
paguei-lhe doces na calçada da Missão,
ficamos num banco do largo da Estátua,
afaguei-lhe as mãos... falei-lhe de amor...
e ela disse que não.

Andei barbudo, sujo e descalço,
como um mona-ngamba.
Procuraram por mim
"-Não viu...(ai, não viu...?) não viu Benjamim?"
E perdido me deram no morro da Samba.

Para me distrair
levaram-me ao baile do Sô Januario
mas ela lá estava num canto a rir
contando o meu caso as moças mais lindas do Bairro Operário.

Tocaram uma rumba - dancei com ela
e num passo maluco voamos na sala
qual uma estrela riscando o céu!
E a malta gritou: "Aí Benjamim !
" Olhei-a nos olhos -
sorriu para mim
pedi-lhe um beijo - e ela disse que sim.

4 comentários:

squander time disse...

Lindo lindo lindo... O poema claro. E a mensagem: Mulheres não há quem as entenda e não é só em questões de amor. Durante o ano não ligam absolutamente nada ao futebol, chegam ao Mundial ficam completamente doidas. Isto dava uma tese..

Rafael Stuart disse...

Ai squander nao te ponhas com teses vai ao cinema por os filmes em dia!!

Rafael Stuart disse...

Ai squander nao te ponhas com teses vai ao cinema por os filmes em dia!!

squander time disse...

Isso foi eco? Espetaculo Rafael isto sim é um blog como deve ser. Repleto de efeitos especiais parece quase um filme. Se não te importas vou ficar por aqui e declinar a sugestão do cinema. Parado isto não? Qu posso fazer para passar o tempo? Já sei vou cantar. A Maria Stuart tinha cabeça mas um dia ficou sem ela. Dona Xica admirou-se do berro do berro que ela não chegou a dar.